sábado, 31 de maio de 2014

31/5 - BOA NOITE com Minha Bossa Nova

Minha Bossa Nova


Posted: 02 May 2014 07:37 AM PDT
Programa Minha Bossa Nova
A Bossa de Caetano
Programa 48 - Parte 2





Posted: 02 May 2014 07:25 AM PDT
Programa Minha Bossa Nova
Programa 48 - Parte 3
A Bossa de Caetano



Posted: 02 May 2014 07:14 AM PDT
Programa Minha Bossa Nova
A Bossa de Caetano
Edição 48 - Parte 4


Posted: 02 May 2014 06:57 AM PDT
Dorival Caymmi & Tom Jobim
Saudades da Bahia (D. Caymmi)



Posted: 02 May 2014 06:55 AM PDT
Dorival Caymmi & Tom Jobim
Suite dos Pescadores
(Dorival Caymmi)



Posted: 02 May 2014 06:49 AM PDT
Dorival Caymmi & Tom Jobim
Maracangalha (D. Caymmi)



Posted: 02 May 2014 06:46 AM PDT
Dorival Caymmi, Tom Jobim 
& Família Caymmi
Milagre (Dorival Caymmi)



Posted: 02 May 2014 06:44 AM PDT
Dorival Caymmi, Tom Jobim 
& Família Caymmi
Saudade da Bahia (Caymmi)



Posted: 02 May 2014 06:41 AM PDT
Dorival Caymmi & Tom Jobim
Maricotinha (Dorival Caymmi)




31/5 - AÉCIO GANHA ESTÁTUA DE BRONZE NO LEBLON

FONTE:anavirgilio@uol.com.br

Posted: 31 May 2014 09:53 AM PDT

|



Lambido de algum lugar do Facebook, provavelmente aqui

Lula ganhou estátua de bronze ao lado da Casa Branca nos Estados Unidos. A peça faz parte da exposição de artista chinês Yuan Xikun em homenagem aos homens das Américas.

Tomados pela inveja, os tucanos decidiram criar uma estátua de bronze para homenagear o pré-candidato à presidência do partido deles.

31/5 - SARAIVA 13 de HOJE

SARAIVA 13


Posted: 31 May 2014 11:17 AM PDT

VAI TER COPA !
Uma parte das OBRAS - AEROPORTOS - ESTÁDIOS - MOBILIDADE URBANA E PORTOS NAS CIDADES SEDE.

TEM MUITO MAIS POR VIR !

Posted: 31 May 2014 09:53 AM PDT
|



Lambido de algum lugar do Facebook, provavelmente aqui

Lula ganhou estátua de bronze ao lado da Casa Branca nos Estados Unidos. A peça faz parte da exposição de artista chinês Yuan Xikun em homenagem aos homens das Américas.

Tomados pela inveja, os tucanos decidiram criar uma estátua de bronze para homenagear o pré-candidato à presidência do partido deles.



Posted: 31 May 2014 09:32 AM PDT

 
 
 
 
 
 
Rate This

Barbosa protagonizou falso moralismo que comprometeu o Conselho Nacional de Justiça

Do Blog do Nassif

O anúncio da aposentadoria do Ministro Joaquim Barbosa livra o sistema judicial de uma das duas piores manchas da sua história moderna.

O pedido de aposentadoria surge no momento em que Barbosa se queima com os principais atores jurídicos do país, devido à sua posição no caso do regime semi-aberto dos condenados da AP 470. E quando expõe o próprio CNJ (Conselho Nacional de Justiça) a manobras pouco republicanas. E também no dia em que é anunciada uma megamanifestação contra seu estilo ditatorial na frente do STF.
A gota d’água parece ter sido a PEC 63 – que dispõe sobre o aumento do teto salarial da magistratura.
Já havia entendimento no STF que corregedor não poderia substituir presidente do CNJ na sua ausência. Não caso da PEC 63 – que aumenta o teto dos magistrados – Barbosa retirou-se estrategicamente da sessão e colocou o corregedor Francisco Falcão na presidência. Não apenas isso: assumiu publicamente a defesa da PEC e enviou nota ao Senado argumentando que a medida seria “uma forma de garantir a permanência e estimular o crescimento profissional na carreira” (http://tinyurl.com/mf2t6jl).
O Estadão foi o primeiro a dar a notícia, no dia 21. À noite, Barbosa procurou outros veículos desmentindo a autoria da nota enviada ao Senado ou o aval à proposta do CNJ (http://tinyurl.com/m5ueezb).
Ontem, o site do CNJ publicou uma nota de Barbosa, eximindo-se da responsabilidade sobre a PEC.
O ministro ressalta que não participou da redação do documento, não estava presente na 187ª Sessão Ordinária do CNJ no momento da aprovação da nota técnica, tampouco assinou ofício de encaminhamento do material ao Congresso Nacional.

A manipulação política do CNJ

Não colou a tentativa de Barbosa de tirar o corpo do episódio. É conhecido no CNJ – e no meio jurídico de Brasília – a parceria estreita entre ele e o corregedor Francisco Falcão.
É apenas o último capítulo de um jogo político que vem comprometendo a imagem e os ventos de esperança trazidos pelo CNJ.
Para evitar surpresas como ocorreu no STF – no curto período em que Ricardo Lewandowski assumiu interinamente a presidência -, Barbosa montou aliança com Falcão. Em sua ausência, era Falcão quem assumia a presidência do órgão, embora a Constituição fosse clara que, na ausência do presidente do CNJ (e do STF) o cargo deveria ser ocupado pelo vice-presidente – no caso Ricardo Lewandowski.
Muitas das sessões presididas por Falcão, aliás, poderão ser anuladas.
Com o tempo, um terceiro elemento veio se somar ao grupo, o conselheiro Gilberto Valente, promotor do Pará indicado para o cargo pelo ex-Procurador Geral da República Roberto Gurgel.
Com o controle da máquina do CNJ, da presidência e da corregedoria, ocorreram vários abusos contra desafetos. Os presos da AP 470 não foram os únicos a experimentar o espírito de vingança de Barbosa.
Felix Fischer
Por exemplo, o presidente do STJ (Superior Tribunal de Justiça) Félix Fischer é desafeto de Falcão e se candidatará ao cargo de Corregdor Geral quando este assumir a presidência do STJ. De repente, Fischer é alvejado por uma denúncia anônima feita diretamente a Joaquim Barbosa, de suposto uso de passagens aéreas para levar a esposa em viagens internacionais. O caso torna-se um escândalo público e o conselheiro Gilberto Martins é incumbido de investigar, na condição de corregedor interino (http://tinyurl.com/qg6cjx3) .
Passa a exigir, então, o detalhamento de todas as viagens oferecidas pelo STJ a ministros, mulheres de ministros e assessores (http://tinyurl.com/l6ezw3k). A investigação é arquivada por falta de fundamentos mas, àquela altura, o nome de Fischer já estava lançado na lista de escândalos.
A contrapartida de Falcão foi abrir uma série de sindicâncias contra desembargadores do Pará, provavelmente adversários de Gilberto Martins.
Nesse jogo de sombras e manobras, Barbosa foi se enredando em alianças e abandonando uma a uma suas bandeiras moralizadoras.
Sua principal agenda era combater o “filhotismo”, os escritórios de advocacias formado por filhos de ministros.
Deixou de lado porque Falcão, ao mesmo tempo em que fazia nome investindo-se na função de justiceiro contra as mazelas do judiciário, tem um filho – o advogado Djaci Falcão Neto – que atua ostensivamente junto ao STJ (mesmo quando seu pai era Ministro) e junto ao CNJ (http://tinyurl.com/ku5kdl5), inclusive representando tribunais estaduais. Além de ser advogado da TelexFree, organização criminosa que conseguiu excepcional blindagem no país, a partir da falta de ação do Ministro da Justiça.
Por aí se entende a razão de Falcão ter engavetado parte do inquérito sobre o Tribunal de Justiça da Bahia que envolvia os contratos com o IDEP (Instituto Brasiliense de Direito Público), de Gilmar Mendes.
E, por essas estratégias do baixo mundo da política do Judiciário, compreende-se porque Barbosa e Falcão crucificaram o adversário Fischer, mas mantiveram engavetado processo disciplinar aberto contra o todo-poderoso comandante da magistratura fluminense, Luiz Sveiter, protegido da Rede Globo.

Posted: 31 May 2014 09:26 AM PDT

30 de maio de 2014 | 21:51 Autor: Fernando Brito
cartalula
Li um trecho da entrevista que Lula deu a Mino Carta e que sai neste final de semana, antecipada pelo Paulo Henrique Amorim em seu Conversa Afiada.
Nela, o ex-presidente diz:
“O jovem hoje com 18 anos tinha 6 anos quando ganhei a primeira eleição, 14 anos quando deixei de ser presidente da República. Se ele tentar se informar pela televisão, ele é analfabeto político. Se tentar se informar pela imprensa escrita, com raríssimas exceções, ele também será um analfabeto político. A tentativa midiática é mostrar tudo pelo negativo. Agora, se nós tivermos a capacidade de dizer que certamente o pai dele viveu num mundo pior do que o dele, e se começarmos a mostrar como a mudança se deu, tenho certeza de que ele vai compreender que ainda falta muito, mas que em 12 anos, passos adiante foram dados.”
E vou me permitir ponderar sobre algo que Lula custou a admitir e o PT, a entender.
Quando Lula tornou-se um líder político e parte da esquerda, da Igreja e da intelectualidade, encantadas com aquele “operário de carne e osso”  que, milagrosamente, surgia, apoderou-se do organismo político nascido desta união que  eram “o novo”, puro, incorruptível, melhor do que todos e melhor do que tudo que até então tinha havido.
Entre as coisas de minha mãe, achei uma foto velhíssima, de 1929.
Com a dedicatória, em letra trêmula de semi-alfabetizado, de meu avô, a minha avó, com quem casaria em meses.
Ele está de roupas de trabalho, velhas e pintalgadas de sua faina, a de pintar paredes. E com o chapeuzinho de jornal que, antes dos bonés, os pintores faziam para que não terminassem com o cabelo colorido.
Curioso, não é? Naqueles tempos de galãs a Clark Gable – acho até que antes dele -, todos arrumadinhos e gomalinados, alguém pudesse tentar impressionar uma moça vestido daquele jeito, acho que até com as calças amarradas por um cordão.
Mas parece que deu certo, não é?
E me vieram à mente os almoços em sua casa, no IAPI de Realengo e o elogio que primeiro vinha quando um nome qualquer entrava na conversa: fulano é um sujeito trabalhador.
Não era, como hoje e  ontem  ”esperto, safo, virador”.
Trabalhador.
O mundo do consumo foi nos tirando este valor, não é?
Mas ali ele era forte.
Nem era algo “político”, porque ele não era “da política”, embora não se pudesse ali falar um “ai” de Getúlio ou de Prestes.
Mas o trabalho era subentendido como fonte do pouco que ele tinha, que já não era tão pouco como antes, quando vendia na roça galinhas amarradas pelos pés a uma vara.
Ou do que tinha minha mãe, formada professora na escola, e depois no curso normal público  em que um operário e uma costureira, com esforço, já puderam vê-la matriculada, ainda que economizando no sapato ferrado (ferrado mesmo, com metal), o malfadado “tanque colegial”.
E do que tive eu, a quem a modesta professora pode criar mesmo no então infamente “desquite”.
Um geração transmitia seus valores à seguinte e nós os burilávamos, tornávamos mais tolerantes, mais flexíveis, sem lhes tirar o núcleo perene.
A sociedade midiática atingiu em cheio as gerações após a minha – que tem hoje 50 e tantos.
Esse processo geracional de formação de consciência e identidade foi atingido por ela como quem se vê engolfado por uma onda.
A ditadura já nos havia tirado as referências  históricas e políticas e muito de nós, da esquerda, exatamente como se faz hoje com o PT, passamos a enxergar-lhes só os defeitos e os processos viciosos que se agregam a qualquer esquema de poder, como cracas que não se soltam e proliferam.
A dominação midiática  fez pior que isso, acabou com nossas referências de convívio e de relacionamento e impulsionou ao egoísmo preconceituoso e perverso em cada um de nós.
Por mais que isso seja cruel, Lula, há um sentimento de desorientação, hoje, no povo brasileiro.
Não temos referências. Não temos um arvoredo, lá na colina, a nos mostrar direção do caminho.
O bombardeio de manchetes, pesquisas, celebridades, factóides, memes, esta porcariada toda se despeja como uma tempestade turvando os olhos e a mente.
Só mesmo contando com este grande, este maravilhoso instinto dos povos.
Veja o que fizeram com a Copa, um grande evento, um momento de alegria para o Brasil, sendo apresentada como grande frustração, porque teria (por quem?) sido apresentada como remissão dos nossos pecados de séculos…
Você, Lula, é só quem sobrou ao povo brasileiro como referência, mesmo que lhe seja injusto exigir mais do que os 40 anos em que você não tem o direito de ser só o camarada boa-praça de São Bernardo.
Se não partir de você, se não for você a cara a se apresentar para a polêmica, por mais que a oposição seja incapaz e as articulações do governismo sejam fortes, essa eleição tem riscos, embora ainda se afigure a vitória das forças de esquerda.
O “pai” que tem de explicar aos filhos que o passado foi terrível e deles custou muito nos livramos é você, que é o pai desta nova classe média – que classe média , nada, Lula, apenas pobreza sem miséria! – e por quem ela tem um respeito imenso, mesmo que ande meio rebelde.
Eu sinto muito, Lula, mas você – que tanto rejeitou Getúlio nos tempos em que achava que a História tinha começado ali naqueles encontros que fundaram o PT – , você, Lula, agora é o “pai dos pobres”.
Mesmo que estes pobres agora sejam chamados “nova classe média” e usem celular.
E eles precisam que você comece a “mostrar como a mudança se deu”  para que ele passe a “compreender que ainda falta muito”
Você  é o único que tem credibilidade para falar de mudança, pela simples razão de que a fez.

Do Blog TIJOLAÇO.

Posted: 31 May 2014 07:58 AM PDT

Escravos
, Diário do Centro do Mundo

"Ao fazer uma denúncia, ou algo que o valha, num desfile, a Ellus chamou atenção nacionalmente para um problema importante — num dos maiores tiros no pé em toda a história do marketing.

Na São Paulo Fashion Week, foi lido um manifesto cabeça-oca chamado “Desabafo”. Se a intenção era provar o estereótipo de que a indústria da moda é forrada de pessoas superficiais, iletradas e magras, o objetivo foi plenamente alcançado.
Um trecho:

“Brasil = ineficiência, improdutividade. Isso faz com que fiquemos isolados do mundo, acarretando esse atraso todo em relação ao mundo moderno.

É claro que os maiores responsáveis são os políticos e os governos antiquados, cartoriais, quase medievais, que com suas ideias atrasadas de protecionismo acabam por gerar atrofia.

Precisamos desburocratizar, simplificar para motivar, avançar, abrir, internacionalizar, se não, cada vez mais, ficaremos isolados nas geleiras do Polo Sul.”

(“Geleiras do Pólo Sul??”)

Não demorou e descobriu-se que a Ellus está sendo processada por uso de trabalho escravo. É espantoso que quem tenha escrito um texto falando sobre o quanto somos vagabundos não tenha levado isso em conta (quem assina é a entidade difusa “time Ellus”).

Mas o debate trouxe à tona casos envolvendo outras marcas como M.Officer, Marisa, Pernambucanas, C&A, Collins e Gregory (além da Zara, já um clássico). Recentemente, o Ministério Público do Trabalho de São Paulo teve a ideia de criar um polo têxtil de trabalhadores imigrantes financiado por empresas do setor. Ficaria na região de Itaquaquecetuba ou Carapicuíba e seria mantido com o dinheiro da aplicação das multas às empresas.

“Quem cumpre rigorosamente a lei tem muito interesse em combater aquele que agride a legislação. Então, nós vamos lançar um programa envolvendo as 70 grandes marcas que estão no topo da cadeia produtiva no setor de costura, com o objetivo de isolar economicamente aqueles que exploram o trabalho escravo”, disse o procurador Luiz Fabre, do MPT, ao Terra.

E o Senado aprovou nesta semana, por unanimidade, a PEC do Trabalho Escravo, que determina a expropriação de imóveis urbanos e rurais onde seja constatada exploração de trabalho escravo ou de gente em situação análoga à escravidão.

O texto vai à promulgação pelo Congresso. Ficou 15 anos em tramitação. Sem o apoio inestimável da Ellus e de sua tática de bater a carteira e gritar “pega ladrão”, demoraria muito mais tempo.

A nova versão da camiseta

31/5 - Assaz Atroz DE 30/5

Assaz Atroz

Sexta-feira, 30 de maio de 2014

TV Ré! Volta! Aos tempos da Rebordosa! 
--- 
Petrobras nos tempos da Privataria (amostra grátis) 
--- 
O Globo requenta PF 
--- 
Sério! Sabesp vai distribuir água com canequinha


____________________________________________________________________________


Com quase 100 milhões de usuários no Brasil, a rede social ganha peso no jogo eleitoral e projeta novos protagonistas no debate. Mas, como em toda guerra real ou virtual, a verdade é a primeira vítima
por Renan Truffi e Rodrigo Martins — publicado 27/05/2014 

Se a internet serviu de palco para importantes batalhas nas eleições de 2010, poucos duvidam de um papel ainda mais decisivo na corrida presidencial deste ano. A quatro meses das eleições, a movimentação dos partidos políticos nas redes sociais é intensa. A candidata à reeleição Dilma Rousseff, do PT, e os presidenciáveis Aécio Neves (PSDB) e Eduardo Campos (PSB) começaram a montar seus bunkers digitais, com uma previsão de gastos superior a 30 milhões de reais. Não é um tiro no escuro. Atualmente, 105 milhões de brasileiros têm acesso à internet, atesta o Ibope Media. Desse universo, ao menos 76 milhões desfrutam de conexão doméstica. É o mesmo número de cidadãos com contas ativas no Facebook, segundo o último balanço da companhia, divulgado em setembro do ano passado.
A rede social criada por Mark Zuckerberg é, por sinal, a menina dos olhos dos marqueteiros digitais. Não apenas pela impressionante expansão no País – em 2010, havia pouco mais de 8,8 milhões de brasileiros cadastrados no Facebook –, mas pelo inestimável patamar alcançado por determinadas páginas a partir de investimentos relativamente modestos. O fenômeno da TV Revolta é emblemático. Notabilizada por um disfarce de niilismo político cujo objetivo, no fundo, é atacar o PT, a página tem mais de 3,5 milhões de seguidores e alcança mais de 27 milhões de internautas.
O número varia ao longo do dia e está estampado no índice “falando sobre isso” do Facebook. Tal indicador mede, na prática, a quantidade de usuários que compartilham, comentam, respondem ou interagem de alguma maneira com qualquer evento ou assunto relacionado ao conteúdo da página. Por esse quesito, a TV Revolta supera de longe perfis como o do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (167 mil “falando sobre isso”), da presidenta Dilma Rousseff (215 mil) ou até do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama (715 mil). Além disso, um público de 27 milhões é superior àquele de muitos dos telejornais de maior audiência da tevê aberta.
De janeiro a abril deste ano, o Jornal Nacional, da Rede Globo, registrou média de 25,4 pontos no Ibope. Cada ponto representa 217.460 domicílios e 641.286 indivíduos no Painel Nacional de Televisão (PNT), amostra que estima a audiência em todo o Brasil. Ou seja, o telejornal é visto, em média, por 16,2 milhões de brasileiros diariamente, bem abaixo do número de internautas que, de alguma forma, têm acesso ao conteúdo do TV Revolta.
“É verdade que a exposição na televisão é de outra natureza, os indivíduos param para assistir ao telejornal. Mas não é uma comparação absurda, pois o Facebook permite a interação entre os usuários, e tem muita gente dedicando seu tempo à TV Revolta, seja para compartilhar, curtir seus conteúdos, seja para criticar”, avalia Fábio Malini, coordenador do Laboratório de Estudos sobre Imagem e Cibercultura da Universidade Federal do Espírito Santo (Labic). A pedido de CartaCapital, o especialista mapeou o espectro conservador no Facebook. Identificou mais de 1,1 mil páginas, com 56,4 milhões de seguidores. Juntas, somavam mais de 42,5 milhões de usuários comentando seus posts na quinta-feira 22. E a TV Revolta correspondia a cerca de 60% dessa interação.
O canal desenvolve uma estratégia peculiar: combinar humor de gosto duvidoso com militância política. Ao mesmo tempo que reproduz piadas toscas e vídeos apelativos, compartilha supostas denúncias, muitas vezes apócrifas, e ataques contra políticos. Os alvos preferidos são o governo Dilma Rousseff e o PT. Na TV Revolta são veiculadas montagens simples, com frases curtas, contra, entre outros, o Bolsa Família e o Marco Civil da Internet, além de chacotas sobre a prisão de condenados no “mensalão”. O perfil também elegeu um ídolo, o presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa.

Não são poucos os exemplos de frases falsas atribuídas a autoridades, além de informações adulteradas ou incorretas. Uma das montagens traz a imagem de Barbosa com o dedo em riste, como se apontasse para o internauta, acompanhada da seguinte frase: “Eu mandei cassar mandatos, mandei prender mensaleiros e apliquei punições aos criminosos. Agora, se você votar nesses tipos de malandros de novo, o problema é seu”. Recentemente, atribuiu a Lula a declaração de que o Bolsa Família é uma ferramenta para “controlar o povo”. Basta uma rápida pesquisa no Google para perceber a fraude. A TV Revolta usou um vídeo antigo do ex-presidente no qual ele fala sobre a compra de votos no interior do País, em uma época em que ainda não existia o benefício.
Apesar de mentirosa, a publicação fez com que mais de 22 mil internautas recomendassem a “notícia” aos amigos. Sem contar os mais de 600 usuários que “curtiram” o conteúdo e os outros 195 comentários raivosos deixados na página contra o ex-presidente. Ninguém da comunidade da TV Revolta parece duvidar da informação, mas o próprio autor da página admite sua “criatividade” na hora de publicar. “Entretenimento e informação trabalham juntos desde a popularização do cinema.”
O responsável pelo canal é João Vitor Almeida Lima. Radialista de 32 anos, ex-sonoplasta da MTV e TV Bandeirantes, Lima mora em São Paulo. Apesar de aparecer sem máscara ou trajes diferentes nos vídeos compartilhados pelo Facebook, diz interpretar um personagem fictício criado em 2009: o João Revolta. Nos vídeos, opina sobre política ou problemas atuais, quase sempre contra o governo ou algum projeto petista. “A filosofia de João Revolta é usar a linguagem informal para atrair o telespectador”, disse Lima ao site youPix.
(Para ler artigo completo, clique AQUI)
_______________________________________________________

Facebookada

O tiro está saindo pela culatra: Tucanos estão com medo da CPI da Petrobras...
Olha aí tucanada!
O tiro está saindo pela culatra: Tucanos estão com medo da CPI da Petrobras...
Sua ex-excelência Fernando Henrique Cardoso, vulgo FHC do PSDB, ex-gerente do Brasil nos tempos em que este país funcionou como filial das grandes corporações multinacionais, era contra a abertura da CPI da Petrobras.
E nós que fazemos esta nossa Agência Assaz Atroz (PressAA) demos "furo de reportagem" em que se esclarecia os motivos de o Coisa Ruim não querer investigações sobre os negócios de nossa maior empresa nacional, que escapou da privataria dos tempos do desgoverno demo-tucano.
O nosso Editor-Assaz-Atroz-Chefe relatou a visita do falecido Serjão das Propinas, hoje Cavalheiro da Ordem Primeira dos Tucaninos de Belzebu, ao Garanhão lesa-pátria.
Leia alguns dos momentos de tensão durante a visita:
"O maligno tucanino-chefe bufou e rosnou.
― Quem lhe autorizou a engendrar e disseminar esse factoide disparatado contra o governo, visando investigações sobre a compra da refinaria americana pela Petrobras no ano de dois mil e seis da era do impronunciável?"
(...)
Depois de muito explicar e não convencer, a coisas ficaram nesses termos:
― CPI?! Que CPI?! Você ainda não atinou a razão de toda essa barulheira?!
― Hum!
― Não vai ter CPI coisa alguma. Assim não pode! Assim não dá! Basta essa delegaçãozinha de parlamentares que vai aos Estados Unidos investigar... (risos) a falha no contrato de compra e venda da refinaria. Isso rende matéria pra campanha eleitoral. Talvez a gente consiga virar o jogo e eleger nosso candidato!
― Hum! Duvido muito...
― Tá bem, tá bem! Também duvido. Mas a nova onda vai nos injetar bastante ânimo! Mais do que o escândalo do mensalão!
― Ânimo? Ora, ânimo pra quê, se não vai servir para a retomada do poder?
― Pode não ajudar a nossa volta pelas urnas, mas acirra a nossa militância!
Serjão não se segurou, deixou explodir estrondosa gargalhada.
― Militância?! Onde está a nossa militância?!
Garanhão, por um instante, encarou Serjão das Trevas Brilhantes e falou:
― Nas ruas, ora! Nas ruas! Hoje mesmo estarão realizando a Marcha da Família com o pai do impronunciável. Isso é meio caminho andado para uma intervenção à força, contra esse governo corrupto!
Serjão levantou o braço e bufou. Ao sinal, os mofentos subalternos apressaram-se em se posicionar ao seu lado. Ele correu a vista pelo ambiente até fixar-se em Garanhão e falou:
― Está bem, vou lhe dar um voto de confiança. Mas, se nada disso der certo, você não passa deste ano de dois mil e quatorze da era do impronunciável. Vai ter que nos entregar a alma, conforme o pacto.
O Cavalheiro da Ordem Primeira dos Tucaninos de Balzebu e seus mofentos subalternos sumiram, deixando Garanhão em meio à fumaceira enxofrenta que ocupava todos os espaços dos seus aposentos. Ele nem se incomodou com a atmosfera fétida. Está acostumado... Deitou-se e retomou seu pesadelo reparador...
***
No dia seguinte à nossa publicação, Garanhão voltou atrás e se declarou a favor da CPI, desesperado em vista das advertências do enviado das trevas.
LEIA COMPLETO...
O Cavalheiro da Ordem Primeira dos Tucaninos de Belzebu visita Garanhão
Dalva Maria compartilhou sua foto.
 

Eugênio Issamu compartilhou sua foto

Ana Coelho compartilhou sua foto.
Isso você não vai ver na mídia!

Clesio Coelho Cunha compartilhou sua foto


Neuza Machado compartilhou sua foto.
É mta coisa afffff....

Ronaldo Castro compartilhou sua foto.
Verusca Oliveira compartilhou sua foto.

Para melhor entender os fatos, leia matérias relacionadas...

2o DE MARÇO DE 2014



20 DE MAIO DE 2014



(Para ler completo, com matéria do Estadão de "Quinta-feira, 7 de março de 2002 - Subsidiária da Petrobras na Argentina tem prejuízo de R$ 790 milhões" , clique AQUI

*****

http://oglobo.globo.com/in/12562689-162-0d2/FT631A/2010-367057701-2010123021324.jpg_20101230.jpg&cfs=1&upscale&sx=0&sy=3&sw=631&sh=330
" alt="" style="border: 0px; display: block; margin-right: 0px; background-repeat: no-repeat;" height="205" width="395">
http://oglobo.globo.com/pais/policia-federal-investigou-filho-de-lula-por-enriquecimento-ilicito-12562690&h=GAQFXZScc&s=1" rel="nofollow" style="color:rgb(20,24,35);text-decoration:none" target="_blank">Polícia Federal investigou filho de Lula por enriquecimento ilícito
Relatório afirma que Lulinha manteve encontros com diretores de Itaipu,...
O GLOBO

  • M Thereza Freitas mentira velha, vendida como nova, para colocar lenha na fogueira golpista. apaga rapidinho, como todas as outras, por causa da internet.

  • Reinalddo Moretti COM CRIME A JUSTIÇA PROTELA O JULGAMENTO DO PSDB E SEM PROVAS SUBSTANCIAIS ELA CONDENA O PT.

  • Lucas Mendonça Rios A PF só faltou dizer que horas o Lulinha fez xixi e qtas vezes ele piscou o olho.

  • Telga Araujo Filho Investigou e não comprovou nada. Notícia vela que o Globo requentou para dar munição a turma dos indignados úteis.

  • Fernando Soares Campos Canalhas são canalhas nada mais que canalhas. Fizeram mais uma matéria inútil, inócua, sem nenhum sentido, sem qualquer informação substancial. Os filhos do presidente da República são realmente (ou deveriam ser) monitorados e protegidos pelo GSI, conforme a lei determina. Mas daí a fabricar uma porcaria dessas somente para lançar desconfiança sobre as atividades de uma pessoa, mesmo reconhecendo, na própria matéria, que nada desabona a conduta dessa pessoa, é revoltante, principalmente quando encerra dizendo que "Procurada pelo GLOBO, a PF disse que a resposta deveria ser buscada na delegacia de Foz do Iguaçu da própria PF. A delegacia da PF não respondeu às perguntas. O Instituto Lula não retornou até o fechamento da edição", como se a PF e todos os órgãos do governo estivessem exclusivamente a serviço desses cretinos.

    Falam que "A delegacia da PF não respondeu às perguntas", mas não mencionam que perguntas eram essas e se o atendente seria uma pessoa competente para responder. Ora, eles sabem que, por exemplo, uma secretária ou recepcionista muitas vezes informa que aquele assunto deve ser respondido por autoridade superior, aí eles se calam, não procuram essa autoridade, mas informam ao leitor de maneira que parece que não foram atendidos. Quanto ao Instituto Lula, qualquer coisa que fosse respondida seria usada contra o ex-presidente e sua família. Eles distorcem tudo que se possa dizer e que contrarie seus interesses. Faz muito bem quem não dá mais qualquer atenção a eles. Marilena Chauí tem razão.

    Depois querem que nós, cidadãos deste país, continuemos lendo essas porcarias que eles chamam de jornal, e chamam essa manipulação estúpida de "jornalismo". Tenho asco, e não estou falando metaforicamente, tenho asco de verdade, sinto ânsia de vômito, até tonteira, quando penso que existem pessoas que dão crédito a esse tipo de “jornalismo”. Enxergo o perigo de este país voltar para as mãos de dessa gente(?) inescrupulosa que eles apoiam. 

    • Oldack Miranda Evidedentemente, não acharam nada. A mídia sabe disso e esqueceu a notícia. De vez em quando ressurge a notícia velha da tal "investigação". A mídia criminaliza que é investigado pela PF, sendo responsável ou não pelo suposto crime cometido.

    • Oldack Miranda Se a Polícia Federal não tomar cuidado vai virar PPF - Partido da Polícia FGederal.

      • Maria Janete Carnevalli PF está precisando de um chefe a altura.


      • Deise Passos Nao encontrei nada!!! Se existisse de fato imagina como a midia nao estaria feliz da vida!!! Nao entendi a publicaçao!
_______________________________________________________

Dalva Maria compartilhou a foto de Edu Da Silveira Barroso.
#ÁguaParaTodos

ABASTECIMENTO GARANTIDO
No dia de São José, padroeiro do Ceará, a população costuma esperar por chuva. Neste ano, a água chegou com abastecimento garantido pelos próximos 30 anos com o #EixãoDasÁguas.

A presidenta Dilma Rousseff inaugurou hoje o último trecho do empreendimento, que vai garantir a segurança hídrica a 4,2 milhões de moradores da Região Metropolitana de Fortaleza.

Para Dilma, o Eixão das Águas é uma das obras mais importantes do Brasil e vai transformar a vida das pessoas que vivem naquela região.

“Essa obra que ninguém vê todos os dias é a obra cujos resultados a gente vê todos os dias quando abre a torneira e toma um copo d’agua”, afirmou.

O empreendimento tem 256 quilômetros de extensão e investimento total de 1,47 bilhão de reais.

Ainda em visita ao Ceará, Dilma entregou 363 certificados do Programa #ÁguaParaTodos para implantação de Sistemas Simplificados de Abastecimentos de Água, beneficiando 19.075 famílias.

Também foi assinada de ordem de serviço para implantação de 19.586 cisternas de placa e 7.673 cisternas de produção.

Leia mais em http://bit.ly/OxhfHH&h=uAQHUA5XE&enc=AZOS8FRnt2BzAgvz0hC4SnBKy2DB33bCQl1CqR7b64nx0y94SMI-lM5PBVrtsA7aWTtBslKg3_i5SAO9do_716tNNCXbil0fhMjbs7qfFf-oXeP5IBQQgC9NaPupsFwIZV2pv9N7q2yyl7fxnQm1HVNF&s=1" rel="nofollow nofollow" style="color:rgb(59,89,152);text-decoration:none" target="_blank">http://bit.ly/OxhfHH
Foto: #ÁguaParaTodos

ABASTECIMENTO GARANTIDO
No dia de São José, padroeiro do Ceará, a população costuma esperar por chuva. Neste ano, a água chegou com abastecimento garantido pelos próximos 30 anos com o #EixãoDasÁguas.

A presidenta Dilma Rousseff inaugurou hoje o último trecho do empreendimento, que vai garantir a segurança hídrica a 4,2 milhões de moradores da Região Metropolitana de Fortaleza.

Para Dilma, o Eixão das Águas é uma das obras mais importantes do Brasil e vai transformar a vida das pessoas que vivem naquela região.

“Essa obra que ninguém vê todos os dias é a obra cujos resultados a gente vê todos os dias quando abre a torneira e toma um copo d’agua”, afirmou.

O empreendimento tem 256 quilômetros de extensão e investimento total de 1,47 bilhão de reais.

Ainda em visita ao Ceará, Dilma entregou 363 certificados do Programa #ÁguaParaTodos para implantação de Sistemas Simplificados de Abastecimentos de Água, beneficiando 19.075 famílias.

Também foi assinada de ordem de serviço para implantação de 19.586 cisternas de placa e 7.673 cisternas de produção.

Leia mais em <a href=http://bit.ly/OxhfHH
" style="border: 0px; margin-right: 0px;" height="254" width="395">

  • Fernando Soares Campos Dalva, dizem que viram um governador cantando isso na seca do sudeste:

  • Só deixo o meu governo
    Na última licitação do Metrô
    Enquanto a minha vaquinha
    Tiver o couro e o osso
    E tiver pondo propina
    Bem no fundo do meu bolso
    Vou ficando por aqui
    Que Deus do céu me ajude
    Quem sai da terra natal
    Em outro canto não se elege
    Só deixo o meu governo
    Na última licitação do Metrô

Matérias relacionadas...

28 de maio de 2014 

Fabio Leite - O Estado de S. Paulo

SÃO PAULO - O diretor metropolitano da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), Paulo Massato, negou nesta quarta-feira, 28, que haja racionamento de água na Grande São Paulo e disse que se a crise de estiagem do Sistema Cantareira se agravar vai "distribuir água com canequinha" aos moradores atendidos pela concessionária. 
Se querem saber os motivos de falta de água em São Paulo não é necessário grandes conjeturas é só analisar os balanços e ver que há uma falta de investimento em detrimento do consumidor.
Todos os paulistas ficam horrorizados quando pensam se a roubalheira do Metrô é ou não real, porém deixam passar algo que não necessita investigações, a sobretaxa das contas de água e esgoto ou a falta de investimento da empresa.
Isto é um escândalo que supera em muito toda a roubalheira do metro.
E os paulistas continuam votando no PSDB e depois dizem que são os nordestinos que não sabem votar!
(Para ler completo, clique nos títulos)
______________________________________________

Marlene Senna e Silas Correa Leite compartilharam a foto de Brasil 247
O futuro do Brasil chegou, diz Domenico de Masi <a href=http://brasil247.com/+oq112
Para o autor do recente livro 'O futuro chegou', que participou nesta terça-feira 27 de audiência pública no Senado, o momento do Brasil é este; segundo o sociólogo italiano, o País pode oferecer a um " mundo="" desorientado"="" um="" novo="" e="" pouco="" conhecido="" modelo="" de="" vida"="" style="border: 0px; margin-right: 0px;" height="256" width="395">
 de audiência pública no Senado, o momento do Brasil é este; segundo o sociólogo italiano, o País pode oferecer a um "mundo desorientado" um novo e pouco conhecido modelo de vida



________________________________________________

Ilustração: AIPC – Atrocious International Piracy of Cartoons
________________________________________________

PressAA

--
http://assazatroz.blogspot.com/
http://santanadoipanema.blogspot.com/
http://pressaa.blogspot.com/



[A rede castorphoto é uma rede independente tem perto de 41.000 correspondentes no Brasil e no exterior. Estão  divididos em 28 operadores/repetidores e 232 distribuidores; não está vinculada a nenhum portal nem a nenhum blog ou sítio. Os operadores recolhem ou recebem material de diversos blogs, sítios, agências, jornais e revistas eletrônicos, articulistas e outras fontes no Brasil e no exterior para distribuição na rede]