segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

29/2 - VÍDEO - CESAR VAI PEITAR A PF...ou

FONTE:http://www.conversaafiada.com.br/tv-afiada/ou-a-pf-vai-fazer-de-cesar-um-ze


Você está aqui: Página Inicial TV Afiada Ou a PF vai fazer de Cesar um zé?

Ou a PF vai fazer de Cesar um zé?

O maior desafio do novo ministro é a PF de Curitiba
por Conversa Afiada — publicado 29/02/2016 15h00, última modificação 29/02/2016 15h00

29/2 - VÍDEO - zé puxa PF e Moro pra baixo!


FONTE:http://www.conversaafiada.com.br/tv-afiada







29/2 - Blogs sujos vão para cima da Globo

FONTE:http://www.conversaafiada.com.br/pig/blogs-sujos-anunciam-ato-contra-censura-da-tv-globo




Você está aqui: Página Inicial PIG Blogs sujos vão para cima da Globo

Blogs sujos vão para cima da Globo

#FelizSemGlobo é um ato contra a censura da emissora
publicado 29/02/2016
globo_ato_censura-592x210_phixr.jpg
No Blog do Esmael:

#FelizSemGlobo: Blogs livres anunciam ato contra censura da TV Globo

Na próxima segunda-feira, dia 7 de março, no Sindicato dos Jornalistas de São Paulo, às 19 horas, parlamentares, entidades da sociedade civil e blogs livres promoverão um inédito ato em defesa da liberdade de expressão e contra a censura da Rede Globo. A iniciativa do ato é do Instituto Barão de Itararé.

Recentemente, a Globo notificou extrajudicialmente os blogs Diário Centro do Mundo (DCM), O Cafezinho e Tijolaço para que ambos se abstivessem de noticiar a história do triplex da família Marinho em Paraty, no estado do Rio de Janeiro, cuja propriedade estaria em nome da offshore Mossak Fonseca.

A queda de braço entre blogosfera progressista e a Globo pode ser expressa pela campanha nas redes sociais contra a emissora fluminense. No Twitter, por exemplo, a hashtag #FelizSemGlobo vem liderando o top trends no Brasil.

Dentre os convidados para o evento pela liberdade de expressão estão os congressistas Pimenta (PT-RS), Jandira Feghali (PCdoB-RJ), Roberto Requião (PMDB-PR), bem como entidades como Federação Nacional de Jornalistas (Fenaj), Associação Brasileira de Imprensa (ABI) e a ONG internacional Artigo 19 – que luta pela liberdade de expressão.


VEJA O VÍDEO DO SENADOR REQUIÃO:
http://www.conversaafiada.com.br/pig/blogs-sujos-anunciam-ato-contra-censura-da-tv-globo/"

29/2 - VÍDEO - Jandira denuncia Estado de Exceção (Fascismo)

FONTE:http://www.conversaafiada.com.br/politica/video-jandira-denuncia-estado-de-excecao-fascismo


Você está aqui: Página Inicial Política Vídeo: Jandira denuncia Estado de Exceção (Fascismo)

Vídeo: Jandira denuncia Estado de Exceção (Fascismo)

Lula, Globo (Paraty), Gilmar (Abdelmassih), FHC (Brasif) e Aecím (Furnas)
publicado 29/02/2016
Conversa Afiada reproduz vídeo da deputada federal Jandira Feghali (PCdoB-RJ):




29/2 - Procuradores vão legalizar a tortura!


FONTE:http://www.conversaafiada.com.br/brasil/streck-procuradores-vao-legalizar-a-tortura

Você está aqui: Página Inicial Brasil Streck: procuradores vão legalizar a tortura!

Streck: procuradores vão legalizar a tortura!

Até o porteiro do STF morreria de rir da Teologia Juspunitiva
publicado 29/02/2016
dallagnol bessinha
Por sugestão do amigo navegante Antonio Pedro Melchior, no Facebook, o Conversa Afiadareproduz excelente - como sempre - artigo do jurista Lenio Streck sobre o trabalho "eugênico" desses procuradores que recebem aula do Lula.

Saiu no Zero Hora:


Lenio Streck: pacote retroage mais de mil anos

Advogado e professor, doutor em Direito e ex-procurador de Justiça

O pacote contra a corrupção que o Ministério Público Federal apresenta dá o que pensar. Por que deixaram de fora a legalização da tortura? Afinal, ela é eficiente. Os procuradores se empolgaram. Teologia juspunitiva. O "pacote" é tão cheio de inconstitucionalidades, que, muitas delas, o porteiro do Supremo Tribunal invalida. Até quando acertam propondo medidas contra o caixa 2, multa para bancos e recuperação de ativos produtos de crimes, acabam colocando parágrafos que violam direitos.

Mas meu papel, aqui, é de jurista e não de torcedor. Ninguém é a favor da corrupção, a não ser o corrupto, é claro. Um país não progride com impunidade. Mas também não progride com supressão de garantias. Ah, nos EUA é assim. Comparação falsa. Sistemas diferentes. Lá erros dão filme. Atire a primeira pedra quem, em Pindorama, não tenha sido vítima (ou não saiba) de algum erro judiciário. E na Alemanha? Não, não é assim.

O pacote propõe uma "eugenia cívica". O agente público deve se submeter a testes que apontem se é propenso a cometer crimes. Como? Já existe tal ciência? Mais: e se o "teste" for positivo, será meio idôneo de prova, ainda que o acusado a tenha produzido contra si mesmo? E será aplicado nos concursos de juiz e procurador? E na indicação de ministros? Não são agentes públicos?

O pacote retroage mais de mil anos ao restringir a possibilidade de pedido liminar em habeas corpus. Mais: o pensamento mágico — corrupção terá pena maior que homicídio. Código Penal reduzido a pó. O pacote também cria o "informante confidencial", que só vale para corrupção. E em homicídio, não?

Faltam páginas para elencar os erros. A maioria das medidas é inconstitucional. Assalto não é crime hediondo, mas a gorjeta para o guarda poderá ser. Se o pai paga dívida de filho servidor público endividado, pode ser processado porque é um terceiro enriquecendo ilicitamente o rebento. O que mais dizer? E olha que coloquei só 10% das ilicitudes propostas pelo MPF. E nem falei das provas ilícitas.

Em tempo: esse Bessinha... O Streck vai achar muito engraçado... - PHA

Em tempo2: foi o José Genoino quem disse que o MP é o DOI-CODI da Democracia. Não deixe de ler "Lambuzem-se" - PHA

29/2 - A Globo não é dona do Brasil!

FONTE:http://www.conversaafiada.com.br/pig/rezende-a-globo-nao-e-dona-do-brasil


Você está aqui: Página Inicial PIG Rezende: a Globo não é dona do Brasil!

Rezende: a Globo não é dona do Brasil!

Nem do futebol nem do Carnaval!
publicado 29/02/2016
feliz sem globo
Do amigo navegante Cumbuca
Saiu no Portal Vermelho:


"A Globo não é dona do Brasil", diz Sidney Rezende

O jornalista Sidney Rezende, 57 anos, falou pela primeira vez neste final de semana sobre sua demissão da GloboNews em novembro do ano passado, sem direito a comunicado de despedida.

Diante de 600 pessoas, em uma premiação dos melhores do Carnaval do Rio de Janeiro, Rezende fez no sábado (27) à noite um duro discurso contra a Globo, onde trabalhou durante mais de 20 anos. Disse que a emissora está "extrapolando os seus limites" e "impedindo que as expressões populares do nosso país funcionem de uma maneira mais clara". "A Globo não é dona do Brasil, a Globo não é dona do Carnaval, a Globo não é dona do futebol", bradou, propondo um "questionamento de competência" da emissora.

Jornalista respeitado nos meios profissional e acadêmico, Rezende foi o criador do modelo de programação da rádio CBN e um dos fundadores da GloboNews. Ele foi dispensado pela Globo em 13 de novembro, um dia depois de publicar em seu site, o SRZD, um texto em criticava a obsessão dos jornalistas por notícias ruins e pela aposta no impeachment da presidente Dilma Rousseff como "único caminho para a redenção nacional".

O contrato de Rezende com a Globo só venceu neste domingo(28) e por isso, o jornalista ficou em silêncio até o último sábado. Aproveitou a premiação do Carnaval que seu site promove para expor seu posicionamento diante da emissora e anunciar que, em março, vai se engajar em um projeto ambicioso que unirá televisão, rádio e internet. Foi a primeira vez que Rezende fez uma crítica contundente à Globo em público (embora sempre as tenha feito em conversas reservadas).

A fala de Rezende foi uma reação ao que ele chama de interferência da Globo nos horários do futebol e dos desfiles das escolas de samba. "A Globo está ultrapassando os seus limites como meio de comunicação no momento em que interfere em horários de festividades, nas partidas de futebol, nos desfiles das escolas de samba, quando adequa as festividades populares a uma grade de programação de seu interesse", explicou ao site Notícias da TV.

Para o jornalista, o prestígio da Globo "tomou um viés que acabou sufocante para as expressões culturais". Rezende afirma que, como detentora da transmissão, a Globo tem todo o direito de exigir um bom espetáculo. No caso do Carnaval, pode determinar quantas câmeras e quantos microfones captarão a transmissão, mas não impor o ritmo e o tempo do desfile, como vem gestando nos bastidores. "Ela [a Globo] não pode interferir no processo de criação de maneira sufocante", afirma.

Em seu discurso, Rezende fez questão de ressaltar as qualidades da rede de TV. "A Globo é uma das joias da Coroa do Brasil, é uma das empresas mais importantes da comunicação, tem grandes inteligências", afirmou. O jornalista também ressalta que não tem mágoas da emissora, que não é uma "viúva". O que defende, a partir de hoje, é uma "alternativa a este modelo único". Sem revelar detalhes, diz que seu novo projeto profissional será uma dessas alternativas, algo "ambicioso" que irá "de encontro ao espírito público". "Não estou criando nada deliberadamente contra a Globo. Não sou viúva da Globo. Estou contra o olhar único", diz.

Sobre sua demissão da GloboNews, Rezende foi econômico. Afirmou em seu discurso, em um salão do hotel Windsor Barra, que foi uma "decisão absolutamente tranquila", porque entende "que toda empresa tem o direito de fazer o que quiser em relação aos seus funcionários". Na época em que foi demitido, no entanto, Rezende não concordou com uma nota oficial em que seria dito que ele estava saindo da emissora a pedido, para cuidar de seu site. Acabou ficando sem a despedida em que o diretor geral de jornalismo, Ali Kamel, enumera as qualidades profissionais do dispensado.

Procurada, a Globo não quis comentar as declarações de Rezende.

29/2 - VALE RECORDAR: "OS TRÊS PATÉTICOS"

FONTE:http://www.conversaafiada.com.br/gilmar-cunha-e-aecim-os-tres-pateticos





Você está aqui: Página Inicial Gilmar, Cunha e Aecím. Os três patéticos!

Gilmar, Cunha e Aecím. Os três patéticos!

Gilmar muda de ideia conforme as conveniências.
publicado 24/08/2015
bessinha oito anoes
Esse Bessinha...


Conversa Afiada reproduz irretocável artigo de Ricardo Melo na Fel-lha (ver no ABC do C Af):


Os três patéticos


Isolada de sua base histórica, a banca e o empresariado, à tropa do impeachment só resta a debandada

Aécio Neves, Gilmar Mendes e Eduardo Cunha atuam como protagonistas de uma causa falida. Mesmo assim, não perdem uma oportunidade de expor em público sua estreiteza de horizontes. São golpistas declarados. Não importa a lógica, a política, a dialética ou mesmo o senso comum. Suas biografias, já não propriamente admiráveis, dissolvem-se a jato a cada movimento realizado para derrubar um governo eleito.

Presidente do PSDB, o senador mineiro-carioca pouco se incomoda com o ridículo de suas atitudes. Aécio sempre defendeu um programa de arrocho contra os pobres. Gabou-se da coragem de adotar medidas impopulares para “consertar o Brasil”.

Agora sobe em trios elétricos como porta-voz do povo. Critica medidas de ajuste, jura pensar no Brasil e usa qualquer artimanha com uma única finalidade: isolar a presidente. Convoca sabujos para atacar um jornalista que revelou o escândalo do aeroporto construído para atender a ele e à própria família. Maiores informações na página A3 desta Folha publicada ontem (23/08).

Seu ajudante de ordens, ou vice-versa, é o ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes. Sintoma da fragilidade do equilíbrio de poderes vigente no Brasil, Mendes emite toda sorte de opiniões fora de autos. Muda de ideia conforme as conveniências. De tão tendencioso e parcial, seu comportamento público seria suficiente para impugná-lo como síndico de prédio. Na democracia à brasileira, pontifica como jurista na mais alta corte do país. Quem quiser que leve a sério.

Mendes endossou as contas da campanha da presidente eleita alguns meses atrás. Coisas do passado. Esqueçam o que ele votou. De repente, detectou problemas insanáveis na mesma contabilidade e ruge ameaçadoramente contra o que ele mesmo aprovou. No meio tempo, acusa o Planalto de comandar um sindicato de ladrões financiado por empreiteiras envolvidas na roubalheira da Petrobras.

Bem, mas as mesmas empresas financiaram a campanha dos outros partidos. O que fazer? Vale lembrar: Mendes até hoje trava o julgamento favorável à proibição do financiamento empresarial de campanhas políticas. Seu pedido de vistas escancara um escândalo jurídico, legal e moral que o STF finge não existir. Ora, isso não vem ao caso, socorreria o juiz paladino Sergio Moro.

E aí aparece Eduardo Cunha, o peemedebista dirigente da Câmara. Terceiro na linha de sucessão presidencial, Cunha encenava comandar um exército invencível. Primeiro humilhou o Planalto na eleição para o comando da Casa. Depois, passou a manobrar o regimento para aprovar o que interessa a aliados nem sempre expostos. Tentou ainda se credenciar como alternativa golpista. Curto circuito total. Pego numa mentira de pelo menos 5 milhões de dólares, a acreditar no procurador geral, Cunha atualmente circula como um zumbi rogando piedade de parlamentares muito mais interessados em salvar a própria pele.

Cambaleante, o trio parece ter recebido a pá de cal com os pronunciamentos dos verdadeiros comandantes da nossa democracia. O mais recente veio do chefe do maior banco privado do país, Roberto Setubal. Presidente do Itaú Unibanco, Setubal afirmou com todas as letras não haver motivos para tirar Dilma do cargo. Tipo ruim com ela, pior sem ela “”que o digam os lucros pornográficos auferidos pela turma financeira.

Sem a banca por trás, abandonada pelo pessoal do dinheiro grosso e encrencada em acusações lançadas contra os adversários, à troupe do impeachment não resta muito mais que baixar o pano.


Em tempo: esse Bessinha … - PHA


Em tempo2: sugestão do amigo navegante Carlos:

Ao Bessinha

Soneca —— Agripino
Dengoso —– Cerra
Dunga ——- Dudu Campos
Feliz ——— Ca$$io C.
Atchim——- Aecim C.
Mestre——- FHC Privata
Zangado—– Caiado
Golpista—– Gilmar

Alguma sugestão de troca???

29/2 - Nassif processa Gilmar

FONTE:http://www.conversaafiada.com.br/nassif-processa-gilmar-gilmar-se-acovardou





Você está aqui: Página Inicial Nassif processa Gilmar. Gilmar se acovardou!!!

Nassif processa Gilmar. Gilmar se acovardou!!!

Será que ele consegue um HC canguru ?
publicado 28/08/2015
bessinha gilmar bilu no canguru
Conversa Afiada reproduz artigo de Luis Nassif, extraído do Jornal GGN:


Porque decidi processar Gilmar Mendes


O Ministro Gilmar Mendes me processou, um daqueles processos montados apenas para roubar tempo e recursos do denunciado. Eu poderia ter ficado na resposta bem elaborada do meu competente advogado Percival Maricatto.

Mas resolvi ir além.

Recorri ao que em Direito se chama de “reconvenção”, o direito de processar quem me processa.

A razão foram ofensas graves feitas por ele na sessão do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) na qual não conseguiu levar adiante a tentativa canhestra de golpe paraguaio, através da rejeição das contas de campanha de Dilma Rousseff.

Todo o percurso anterior foi na direção da rejeição, inclusive os pareceres absurdos dos técnicos do TSE tratando como falta grave até a inclusão de trituradores de papel na categoria de bens não duráveis.

Não conseguiu atingir seu propósito graças ao recuo do Ministro Luiz Fux, que não aceitou avalizar sua manobra. Ele despejou sua ira impotente sobre mim, valendo-se de um espaço público nobre: a tribuna do TSE.

“Certamente quem lucrou foram os blogs sujos, que ficaram prestando um tamanho desserviço. Há um caso que foi demitido da Folha de S. Paulo, em um caso conhecido porque era esperto demais, que criou uma coluna ‘dinheiro vivo’, certamente movida a dinheiro (…) Profissional da chantagem, da locupletação financiado por dinheiro público, meu, seu e nosso! Precisa ser contado isso para que se envergonhe. Um blog criado para atacar adversários e inimigos políticos! Mereceria do Ministério Público uma ação de improbidade, não solidariedade”.

O que mereceria uma ação de improbidade é o fato de um Ministro do STF ser dono de um Instituto que é patrocinado por empresas com interesses amplos no STF em ações que estão sujeitas a serem julgadas por ele. Dentre elas, a Ambev, Light, Febraban, Bunge, Cetip, empresas e entidades com interesses no STF.

Não foi o primeiro ato condenável na carreira de Gilmar. Seu facciosismo, a maneira como participou de alguns dos mais deploráveis factoides jornalísticos, a sem-cerimônia com que senta em processos, deveriam ser motivo de vergonha para todos os que apostam na construção de um Brasil moderno. Gilmar é uma ofensa à noção de país civilizado, tanto quanto Eduardo Cunha na presidência da Câmara Federal.

A intenção do processo foi responder às suas ofensas. Mais que isso: colocar à prova a crença de que não existem mais intocáveis no país. É um cidadão acreditando na independência de um poder, apostando ser possível a um juiz de primeira instância em plena capital federal não se curvar à influência de um Ministro do STF vingativo e sem limites.

Na resposta, Gilmar nega ter se referido a mim. Recua de forma pusilânime.

“o Reconvindo sequer faz referência ao nome do Reconvinte, sendo certo que as declarações foram direcionadas contra informações difamatórias usualmente disseminadas por setores da mídia, dentro dos quais o Reconvinte espontaneamente se inclui”.

Como se houvesse outro blog de um jornalista que trabalhou na Folha, tem uma empresa de nome Agência Dinheiro Vivo e denunciou o golpe paraguaio que pretendeu aplicar na democracia brasileira.

A avaliação do dano não depende apenas da dimensão da vítima, mas também do agressor. E quando o agressor é um Ministro do Supremo Tribunal Federal, que pratica a agressão em uma tribuna pública – o Tribunal Superior Eleitoral – em uma cerimônia transmitida para todo o país por emissoras de televisão, na verdade, ele deveria ser alvo de um processo maior, do servidor que utiliza a esfera pública para benefício pessoal.