terça-feira, 31 de maio de 2016

31/5 - BOA NOITE com Minha Bossa Nova

Minha Bossa Nova


Posted: 31 May 2016 07:01 AM PDT
Programa Minha Bossa Nova
Edição 142 - Parte 1
Roberta Sá




Posted: 31 May 2016 06:17 AM PDT
Programa Minha Bossa Nova
Edição 142 - Parte 2
Roberta Sá




Posted: 30 May 2016 04:23 PM PDT
Programa Minha Bossa Nova
Edição 142 - Parte 3
Roberta Sá


Posted: 30 May 2016 03:51 PM PDT
Programa Minha Bossa Nova
Edição 142 - Parte 4
Roberta Sá




Posted: 30 May 2016 12:07 PM PDT
Eliane Elias
Paulistana


31/5 - VÍDEO - POSSE DE JK - 1956


31/5 - VÍDEO - POSSE DE VARGAS - 1951


31/5 - VÍDEO - A MORTE DA JÂNIO

https://www.youtube.com/watch?v=vgCSxyEspFw&feature=share

31/5 - AGORA, TRÊS ANOS SOB NÁDEGAS



FONTE:http://www.m.vermelho.org.br/noticia/267346-1
14 de Julho de 2015 - 12h39 

Ação por lavagem contra Cunha Lima está há dois anos parada no STF


Há mais de dois anos a ação criminal que investiga esquemas de desvios de recursos e lavagem de dinheiro na campanha eleitoral contra o senador tucano Cássio Cunha Lima (PSDB-PB) está parada aguardando a substituição do juiz pela ministra do Supremo Tribunal Federal (STF), Rosa Weber.


Cássio Cunha Lima (PB) é o líder do PSDB no SenadoCássio Cunha Lima (PB) é o líder do PSDB no Senado
Apesar de seu discurso inflamado de combate à corrupção, o tucano Cássio, um dos principais porta-vozes do golpismo e líder do PSDB no Senado, é réu na Operação Concord, da Polícia Federal, que apura esquemas de desvios de recursos e lavagem de dinheiro na campanha eleitoral de 2006.

A operação é conhecida por ter provocado literalmente uma chuva de dinheiro na capital paraibana, João Pessoa. Isso porque para não ser pego em flagrante pela Polícia Federal, um operador da política local, Olavo Lira, conhecido como Olavinho, teria jogado R$ 400 mil do alto do edifício Concord.

Nesta terça-feira (14), o professor universitário Charlinton Machado protocolou pedido junto ao Ministério Público Federal, autor de investigação, para que provoque a ministra Rosa Weber a dar celeridade ao processo.

Por ter foro privilegiado, o processo foi para STF sob os cuidados da ministra, que, no dia 3 de dezembro de 2012, pediu providências ao juiz Sergio Moro, que na época era o juiz instrutor do caso. “Atribuo ao Juiz Federal Sergio Fernando Moro, magistrado instrutor, os poderes previstos no referido dispositivo, para doravante praticar os atos ali previstos e ordinatórios quanto ao trâmite deste inquérito", disse Rosa Weber.

Diferentemente da “celeridade” que pauta a Operação Lava Jato, inclusive criticada por alguns juristas, Moro não dispensou a mesma conduta e o processo contra Cássio está parado. “Embora haja toda a gravidade, o juiz Sérgio Moro resolveu secundarizar a atenção processual, resultado por temermos a prescrição, como acontece nos processos do PSDB, estamos agindo pedindo celeridade”, disse Charlinton em entrevista ao Portal WSCOM.

Segundo ele, que também é presidente do PT da Paraíba, “é preciso dar celeridade a este rumoroso caso em que o ex-candidato ao governo e atual senador é acusado em ação do Ministério Público Federal de lavagem de dinheiro e relação promiscua do Estado com agentes privados prestadores de serviços”.

Ele afirmou ainda que “é preciso que a sociedade brasileira conheça a verdade política do atual senador, que pousa de homem decente acusando o PT de ser organização criminosa, algo que jamais será, como ele já mereceu cassação de mandato por crime eleitoral, e agora precisa se explicar sobre ação criminal do Ministério Público por lavagem de dinheiro, aliás com R$ 400 mil voando de um edifício em João Pessoa daí o nome Caso Concorde”.
 

Do Portal Vermelho, com informações do site WSCOM

31/5 - A MAIS VALENTE



Leia Mais:http://politica.estadao.com.br/noticias/geral,aloysio-nunes-psdb-sp-sera-o-novo-lider-do-governo-no-senado,10000054362
Assine o Estadão All Digital + Impresso todos os dias
Siga @Estadao no Twitter
Leia Mais:http://politica.estadao.com.br/noticias/geral,aloysio-nunes-psdb-sp-sera-o-novo-lider-do-governo-no-senado,10000054362
Assine o Estadão All Digital + Impresso todos os dias
Siga @Estadao no Twitter





31/5 - Os gastos do STF com mulheres de ministros


VIOMUNDO

FONTE:http://www.viomundo.com.br/denuncias/amauri-teixeira-gastos-do-stf-com-viagens-de-mulheres-de-ministros-precisam-ser-investigados.html

Amauri Teixeira: Os gastos do STF com mulheres de ministros

27 de maio de 2013 às 12h23
  
Dos 608 mil reais gastos com as mulheres dos ministros do STF, 437 mil custearam viagens de Guiomar Feitosa de Albuquerque Ferreira Mendes, esposa do ministro Gilmar Mendes
por André Barrocal, em CartaCapital
O Supremo Tribunal Federal (STF) gastou 608 mil reais com passagens para esposas de ministros acompanharem os maridos em viagens ao exterior entre 2009 e 2012. A corte apontou uma norma interna como amparo legal para as despesas. Auditor-fiscal, o deputado Amauri Teixeira (PT-BA) acredita que um ato interno não serve como justificativa. Por isso, pedirá ao Tribunal de Contas da União (TCU) que investigue o assunto e, no limite, cobre a devolução do dinheiro.
“Imagine o STF diante de resoluções internas de tribunais menores ou das cinco mil câmaras de vereadores autorizando pagar passagens para esposas de agentes públicos. Não dá para aceitar um ato interno desse”, diz.
Segundo ele, o Supremo recorreu a uma resolução interna legal porque não existe na legislação uma lei a amparar despesa com viagens de mulheres de servidores públicos.
Na ausência de um respaldo mais geral, e diante da autonomia orçamentária do STF, o gasto com as passagens passa a ser uma decisão tomada com base em princípios.
“Na Câmara, estamos em um esforço para ter um mínimo de moralidade, cortando salários extras, cortando gastos. O STF deveria dar o exemplo, mas continua com essas regalias”, diz Teixeira.
“O Judiciário é hoje a verdadeira caixa-preta da República. Precisamos abri-la à sociedade.”
Dos 608 mil reais gastos com as mulheres dos ministros do STF, 437 mil custearam viagens de Guiomar Feitosa de Albuquerque Ferreira Mendes, esposa do ministro Gilmar Mendes. Entre 2009 e 2011, ela acompanhou o marido 20 vezes ao exterior, gasto médio de quase 22 mil reais por viagem – em 2012, não há registro de viagens dela. O ato interno citado pelo STF como fundamento legal para o gasto com as passagens também respalda que elas sejam de primeira classe.
Os gastos com passagens de esposas de ministros foram objeto de reportagem do jornal O Estado de S. Paulo na segunda-feira 20. Estão divulgados na página oficial do tribunal na internet (http://www.stf.jus.br/portal/cms/verTexto.asp?servico=transparenciaPassagens)
As passagens mais caras foram emitidas em nome de Guiomar Mendes: 48 mil reais para uma viagem descrita como “China e França”, em setembro de 2009. No caso de destino único, as mais caras também foram dela: 46 mil reais em viagem ao Egito, em março de 2009.
Nas duas ocasiões, Gilmar Mendes presidia o STF e teve agendas oficiais no exterior. Dos 437 mil reais em passagens para a esposa, 350 mil referem-se a deslocamentos durante a administração de Gilmar, que comandou a corte entre abril de 2008 e abril de 2010. Foi na gestão dele que, em 2009, o Supremo concluiu o julgamento de um processo administrativo cuja decisão deu origem a uma resolução de setembro 2010 que disciplinou o gasto com passagens para as mulheres de ministros.
Até esta resolução ser editada, a despesa com passagens para esposas de ministros tinha amparo em outras duas normas internas do STF, uma dos anos 70, outra dos anos 80.
Para Amauri Teixeira, esse tipo de gasto é mordomia e deveria merecer o questionamento da mídia e dos demais poderes da República. Mas, diz ele, “todo mundo tem medo do Judiciário” porque se trata de uma instituição com um poder único: o de condenar. “Há receio de arbitrariedade nos julgamentos. Mas a imprensa livre não pode ter medo.”
Leia também:

Maierovitch: Fux estava impedido de participar do julgamento

31/5 - Nosso STF só afastaria Hitler depois do Holocausto

FONTE:https://limpinhoecheiroso.com/2016/05/31/se-o-stf-fosse-responsavel-por-afastar-hitler-o-faria-depois-do-holocausto/


Se o STF fosse responsável por afastar Hitler, o faria depois do Holocausto


STF_Ministros11
Ministros do STF ouvindo a leitura do parecer de Teori Zavascki sobre o afastamento de Cunha.
Os brasileiros estão desgastados. O que o povo brasileiro tem passado desde a reeleição de Dilma resulta em cansaço e descrença. O que esperar agora?
Ana Lucia Sorrentino, via BlastingNews em 7/5/2016
Na madrugada de 5 de maio, Teori Zavascki concedeu liminar pelo afastamento de Eduardo Cunha. À tarde, o STF a endossou com unanimidade. Em seu relatório pelo afastamento, Zavascki afirmou: “Além de representar risco para as investigações penais sediadas neste Supremo Tribunal Federal, [a permanência de Cunha] é um pejorativo que conspira contra a própria dignidade da instituição por ele liderada”.
O que se viu nessa sessão histórica que afastou Cunha foi o que todos os brasileiros já sabiam desde o início de 2015. Os trabalhos da Câmara foram marcados por manipulações escandalosas de Cunha em favor de si mesmo e de seus comparsas e contra o Brasil. Durante todo o ano as sessões foram tumultuadas e deputados, descontrolados, protagonizaram cenas constrangedoras, por conta da frieza com que Cunha atuava. Muito antes de Rodrigo Janot entregar a Teori Zavascki o pedido de afastamento de Cunha, em dezembro, brasileiros em todos os cantos do país já assinavam petições pedindo o mesmo. Porque o Brasil não só lia, mas via pela TV quem era Cunha e como vinha atuando. Nesses primeiros meses de 2016, nos perguntamos diariamente qual o motivo da protelação de Zavascki. Cunha pintou e bordou, acolheu a denúncia contra Dilma e sambou na cara da sociedade.
A performance do STF me reporta à teoria da banalidade do mal, de Hanna Arendt. A filósofa alemã, falecida em 1975, acompanhou o julgamento de Adolfh Eichmann, que aconteceu em Jerusalém, em 1961, por genocídio contra os judeus e crimes contra a humanidade. Ele se declarava inocente, mas foi condenado e enforcado. Em 1963, Arendt publica a obra “Eichmann em Jerusalém”, em que analisa o indivíduo Eichmann. Segundo ela, ele não tinha histórico antissemita, não apresentava um caráter doentio, nem aparentava ser um carrasco. Era um homem comum. E, ao se defender das acusações, ele protestava repetidamente dizendo que não fizera nada por iniciativa própria, apenas cumprira ordens. Para Arendt, seres humanos que renunciam a qualquer traço pessoal, cumprindo ordens sem questioná-las e sem refletir sobre o bem e o mal que podem causar estão se recusando a ser “pessoas”, estão banalizando o mal. A filósofa percebe o mal como uma escolha política que se dá apenas quando há espaço institucional para isso. No vazio de pensamento do mero cumpridor da atividade burocrática, do obediente radical à ordem legal vigente, a banalidade do mal se instala. Ao obedecer ordens ou normas sem se perguntar sobre o efeito disso, sem resistir a elas ou sem encontrar um meio termo entre a resistência e a cooperação, o homem abdica do que o define como homem: do pensamento, da capacidade de fazer juízos morais. E o ato de pensar, para Arendt, não é o conhecimento, mas a habilidade de distinguir o bem do mal, o belo do feio.
Ao obedecer cegamente ao princípio da divisão dos poderes, protelando por meses uma interferência que, afinal, se deu, e deixando o Brasil mergulhar em uma crise que culmina agora com a aceitação da admissibilidade do impeachment de Dilma, o STF não agiu como mero cumpridor das normas constitucionais, desprovido de pensamento? Se não foi isso, foi de caso pensado e é difícil dizer qual o mal maior. O que nos aguarda agora? Harendt diz: “Sair da banalidade do mal é fazer a opção ética e responsável na contramão da tendência à destruição que convida constantemente cada um a aderir.” Que os ministros do Supremo a ouçam.
Assista ao trecho do filme em que Arendt fala sobre a banalidade do mal:

31/5 - MIGALHAS de HOJE


Terça-feira, 31 de maio de 2016 - Migalhas nº 3.872 - Fechamento às 10h19.
Facebook   Twitter   Linkedin   WhatsApp   Google +

"A história mostra que por causa de princípios que não significam interesses atuais ninguém briga : é preciso que haja interesses heterogêneos para que venha o antagonismo."
Joaquim Nabuco
(Clique aqui)
Inviolabilidade e imunidade
José Eduardo Cardozo protocolou nesta manhã denúncia contra o advogado-Geral da União Fábio Medina Osório, na Comissão de Ética Pública da Presidência da República. O ex-ministro contesta abertura de sindicância contra ele por defender que a presidente Dilma estava sendo alvo de um golpe de Estado. No documento, o advogado Marco Aurélio de Carvalho (Celso Cordeiro & Marco Aurélio de Carvalho Advogados) sustenta que, como atuou no exercício legítimo e regular da advocacia, Cardozo "possui inviolabilidade e imunidade em relação a seus atos e manifestações". (Clique aqui)
Manda quem pode
Este nosso rotativo já disse, e repetirá quantas vezes for necessário : num governo sem a legitimidade popular, a qual necessariamente deve ser auferida nas urnas, quem manda é a mídia. Ontem, o editorial eletrônico vespertino do matutino O Globo dizia que o ministro da Transparência deveria ser demitido (clique aqui). Era um aviso : ou saía antes do JN, ou sofria as consequências. Pouco antes de William Bonner dar o boa noite de abertura, Fabiano Silveira desembarcou.  
????
A pergunta que fica é : se Temer foi gravado, quanto tempo demorará para renunciar ? Os precedentes (Jucá e Fabiano Silveira) indicam uma média de 6 horas.
BBB
O ministério Temer está parecendo o besteirol global Big Brother : a cada semana um é eliminado. A diferença é que em vez do pseudo intelectual Pedro Bial, quem dá as cartas é o inefável Alexandre Frota. Né não, ministro da Educação ? Eita historinha mal contada aquela...
Pergunta do dia
Qual será o próximo a ir para o paredão.
Odebrecht – Delação + Leniência
A Odebrecht e o MPF assinaram, definitivamente, a formalização da delação premiada e do acordo de leniência.
MP da leniência
A MP 703/15, que trata de acordos de leniência, teve seu prazo de vigência encerrado no último domingo. Com isso, para a celebração de acordos, volta a valer o texto original da lei anticorrupção (12.846).
Leniência, a hora é agora
É o assunto do momento, e vai envolver meio mundo de empresas. Para atualizar os escritórios de advocacia, que não podem ser surpreendidos com essa situação, Migalhas montou o exclusivo seminário "Acordo de Leniência e Cooperação". Próxima segunda, dia 6 de junho, no Hotel Tivoli São Paulo – Mofarrej. Últimos dias de inscrição. (Clique aqui)
Lava Jato - Imprensa - "Imexível"
A Justiça do PR determinou ao jornalista carioca Marcelo Auler a retirada de seu blog de matérias com críticas à PF no âmbito da Lava Jato. As ações foram movidas por delegados que atuam no grupo de trabalho da operação, sob a alegação de que os textos colocam em dúvida a seriedade de caráter. As decisões liminares, datadas do fim de março e começo de maio, foram proferidas pelo juiz Nei Roberto de Barros Guimarães (8º JEC de Curitiba) e pela juíza Vanessa Bassani (12º JEC de Curitiba), respectivamente. (Clique aqui)
Grito das inocentes
A jornalista e acadêmica de Direito Ivy Farias, uma das empreendedoras do festejado movimento "Mais Mulheres no Direito", fala das recentes notícias sobre os casos de estupros coletivos em que os delinquentes inacreditavelmente estão soltos. Observando que o silêncio é a linguagem padrão para este tipo de crime, ela considera que este é justamente o momento para que se comece um movimento em prol do fim da trama do silêncio que acompanha o estupro. (Clique aqui)
Terreno contaminado - Intenção contaminada
A 3ª câmara de Direito Privado do TJ/SP manteve condenação de construtora por vender imóvel construído sobre terreno contaminado. A empresa teria omitido dos proprietários informações a respeito de restrição no solo e água subterrânea. "A aquisição de bem imóvel é um importante acontecimento da vida civil. Neste contexto, os autores sofreram verdadeira quebra da confiança depositada na ré no momento da contratação, uma vez que descobriram a existência da contaminação apenas após o aperfeiçoamento do contrato", concluiu o colegiado. O recurso, entretanto, foi parcialmente provido, para afastar a condenação da ré ao pagamento de indenização por danos materiais, relativa à impossibilidade de captação de água do subsolo. (Clique aqui)
Distrato com o consumidor
O juiz de Direito Fernando de Oliveira Domingues Ladeira, da 7ª vara Cível de São Bernardo do Campo/SP, declarou a inexigibilidade do débitos de um consumidor com a Comgás e condenou a empresa ao pagamento de R$ 5 mil por danos morais por ter alegado má-fé do consumidor no caso. Para o magistrado, o reconhecimento da inexigibilidade do débito é inevitável, inexistindo qualquer má-fé do consumidor neste caso. "Muito pelo contrário, esta acusação lançada na resposta só reforça seu sentimento de revolta e o distrato com o consumidor neste país." (Clique aqui)
Venda casada
A 3ª turma do STJ afastou a existência de venda casada em operações de empréstimo realizadas com entidade de previdência aberta e com sociedade seguradora que também estabeleceram contratos de previdência e de seguro de vida com a beneficiária do crédito. O colegiado acolheu recurso das entidades e entendeu que a condição de associada era requisito necessário para a concessão da assistência financeira. (Clique aqui)
Dívida - Estádio
O Cruzeiro Esporte Clube terá 25% da renda de todos os jogos bloqueada para quitar dívida com o Mineirão. A decisão é da desembargadora Mariângela Meyer, da 10ª câmara Cível do TJ/MG, que deferiu o pedido de tutela antecipada apresentado pela Minas Arena, gestora do estádio. Os valores deverão ser retidos e depositados em conta judicial até o limite de débito em questão, de quase R$ 9 mi. A ação é patrocinada pelo escritório Manesco, Ramires, Perez, Azevedo Marques Sociedade de Advogados. (Clique aqui)
Previdência complementar - Servidores públicos - Adesão
O Psol ajuizou ADIn (5.502) no STF questionando dispositivos da lei 12.618/12, que instituiu o regime de previdência complementar para os servidores públicos federais titulares de cargo efetivo. Segundo o partido, as modificações inseridas na norma pela lei 13.183/15 teriam retirado a natureza facultativa da adesão aos planos de benefícios administrados pelas fundações de previdência complementar do Executivo, Legislativo e Judiciário. O Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior, representado pela banca Roberto e Mauro & Advogados, protocolou pedido de ingresso como amicus curiae, citando o número de servidores públicos de nível superior ligados a universidades Federais que foram atingidos pela nova legislação. O relator da ação é o ministro Celso de Mello.
Nomeação - Ex-esposa - Cargo comissionado
Ao nomear ex-esposa para cargo comissionado em seu gabinete, o desembargador Elpídio Donizetti Nunes, agora aposentado, não cometeu nepotismo ou improbidade administrativa. A conclusão é fruto de decisão da 5ª câmara Cível do TJ/MG, recentemente transitada em julgado. O então magistrado foi alvo de ação civil pública após o CNJ determinar que a mulher fosse exonerada do cargo (clique aqui), sob a alegação de que teria havido suposta troca da nomeação por pensão alimentícia. O colegiado, entretanto, concluiu que eles já estavam divorciados na época da nomeação, que não havia mais a obrigação alimentícia quando da indicação para o cargo e que a funcionária seria altamente qualificada, justificando o ato. (Clique aqui)
_____________
Sentença poética
Um magistrado inspirado
fez versos na sentença,
e a pena de uma avença
anulou de bom grado

O caso é simples e lógico :
a mulher zelava da arara
do irmão que a deixara.
Quis ela entregar ao zoológico,

mas negaram-lhe a consulta,
De modo que não houve escapatória.
Ficou com a penosa e ainda a multa.

Vendo a triste e confusa inibitória,
e sem perder tempo com ausculta,
o juiz não teve dúvida : à arara a vitória.

(Clique aqui)

_____________

31/5 - Globo é o próprio golpe

Palavra Livre - Davis Sena Filho


Posted: 30 May 2016 12:41 PM PDT
Por Davis Sena Filho — Palavra Livre


Certamente que O Globo até terminar o prazo para que o Senado julgue o golpe de estado travestido de legal e legítimo contra a presidente Dilma Rousseff pedirá a cabeça de muita gente do governo usurpador e golpista do traidor michel temer — vulgo Amigo da Onça —, quando seus asseclas caírem nas redes da corrupção por meio de gravações e vazamentos que derrubaram, por exemplo, o ministro golpista do Planejamento, Romero Jucá, e que agora causa desconforto ao ministro da "Transparência" (o nome entre aspas é um deboche), Fabiano Silveira, que também foi gravado a tecer comentários golpistas e a visar proteção contra as cadeias da Lava Jato.

A Controladoria Geral da União (CGU) virou o Ministério da "Transparência". O ministro golpista do Amigo da Onça Usurpador foi hoje impedido pelos servidores de entrar no seu recinto de trabalho. Tão "transparente" quanto e este ministério é o golpe bananeiro e violento de michel temer e de seus lobos, que comandam um governo pária e bastardo, porque, indubitavelmente, isolado diplomaticamente, além de duramente questionado pela imprensa tradicional dos países europeus, latino-americanos, africanos e pelos Brics. temer é golpista e como tal deve ser tratado.

Quero ressaltar ainda que michel temer é um cidadão completamente desleal e que faz da traição seu ofício, como Calabar, o Cabo Anselmo, o Joaquim Silvério dos Reis e o Fernando Henrique Cardoso, que entregou, impiedosamente e alienadamente, o Brasil à gringada esperta e malandra, sem me esquecer do Judas Iscariotes, um dos personagens mais nefastos e conhecidos da Bíblia Sagrada.

O Globo, com seus editoriais mequetrefes e manipuladores, deveria se preocupar em destituir o "presidente" golpista, que se transformou em um dos maiores traidores da Pátria de todos os tempos. Um vice-presidente de poucos votos por ser um político de São Paulo, o Estado mais populoso da Federação, que ascendeu ao poder da forma mais rasteira e violenta possível, a jogar na lixeira sua já medíocre biografia, que se resumiu praticamente a ser parlamentar não dos mais votados, além de nunca ter aprovado um projeto que beneficiasse o povo paulista de fato.

O Globo, na verdade, deveria se preocupar com a indignação e a revolta que tal oligopólio causa em milhões de brasileiros, sendo que alvo constante e sistemático de protestos, "escrachos", palavras de ordens e cantos que, sem sombra de dúvida, demonstram o quanto esse truste é odiado, a tal ponto que seus lacaios travestidos de editores, repórteres, âncoras, comentaristas, colunistas e "especialistas" não poderem sair às ruas para trabalhar.

Essa gente transformou mais uma vez o Brasil em uma republiqueta bananeira, com a cara e o focinho dela, porque sempre é expulsa aos gritos pelas multidões que não suportam a presença de golpistas descarados, que ainda têm a cara de pau de considerar que tudo está em "ordem", como se o golpe de estado não tivesse acontecido pelas suas mãos e  más ações que terminaram por levar a presidenta de 54.501.118 milhões de votos à deposição.

Os irmãos Marinho e seus antepassados têm muitos esqueletos em seus armários. Caçam corruptos por meio de manchetes e matérias noticiosas publicadas e repercutidas por suas Organizações(?) chamadas de Globo. Porém, "esquecem-se", logicamente que por conveniência à moda João Sem Braço, que são também alvos de investigações, sendo que praticamente todas elas, e não são poucas, engavetadas nos arquivos da PF, do MPF e da Justiça, bem como proteladas através de chicanas jurídicas e judiciais.

E por que, cara pálida? Fácil de responder: os magnatas bilionários de imprensa são totalmente e peremptoriamente I-NIM-PU-TÁ-VEIS, assim como o sistema Judiciário sempre foi e é ferramenta e instrumento de defesa e blindagem dos interesses da casa grande. Trata-se de uma questão secular, que remonta à escravidão. Uma Justiça que se preocupa em fazer justiça não teria em seus quadros um juiz como Gilmar Mendes, dentre outros. Ponto.

Os magnatas bilionários agem e se comportam como se fossem semideuses para certos segmentos e setores da sociedade, mas não para alguns políticos e parte importante e populosa da sociedade civil organizada brasileira. E sabe por quê? Porque no Brasil ainda existe muita gente que não é idiota e, com efeito, compreende a leitura dos acontecimentos e realidades que já ocorreram e que também acontecem agora e neste exato instante com a prisão de Nárcio Rodrigues, político influente de Minas Gerais, ligado ao senador delatado oito vezes por presos da Lava Jato e considerado o controlador da Lista de Furnas.

Nárcio é do PSDB, bem como seu ex-presidente em Minas Gerais, além de ex-secretário de Estado do governo Antônio Anastasia, que vem a ser o senador tucano relator do golpe contra Dilma Rousseff, que essa gente golpista considera apenas um impeachment, porque, na maior sordidez e infâmia, afirmam que os trâmites do para efetivar o golpe bananeiro foram respeitados. Tá legal... Então tá, todo mundo acredita, porque todos irrecuperáveis idiotas que acreditam até em mula sem cabeça e no Saci Pererê. Durma-se com um barulho desse.

O Globo poderia, então, pedir a cabeça do Aécio Neves e do José Serra, já que se preocupa tanto com a moralidade pública (dos seus inimigos e de políticos do PT), com os bons costumes, apesar de suas novelas, programas de auditório e o pior de suas atrações proibidas a menores: o jornalismo praticado na TV Globo e na Globo News — uma verdadeira lástima para a sociedade, porque se trata do autêntico, genuíno e incomparável jornalismo de esgoto, a ter a Veja como sua concorrente nesta fétida modalidade, que se transformou em um câncer oligopolizado que atormenta e prejudica de morte o Brasil há décadas a fio.

Se a família Marinho e seus sequazes — os monstrinhos criados em suas redações como pitbulls — considera que tem moral, não para derrubar ministros de um governo fraco, corrupto, espúrio, usurpador e totalmente sem legitimidade do traidor michel temer, vulgo Amigo da Onça, mas, evidentemente, para tentar dar uma conotação dissimulada de "seriedade" e "compromissada" com o País, como afirma o cínico editorial de hoje de O Globo: "O presidente interino, Michel Temer, precisa aplicar a mesma regra que valeu para Romero Jucá, porque (...) só assim será levado a sério o compromisso público assumido pelo presidente de apoiar o Operação e todo combate à corrupção",

Não é comovente o editorial de O Globo? Nossa, como essa gente tem boa índole e é séria quando exige seriedade de michel temer, no que diz respeito à corrupção. Hahahahahahaha! Desculpem a gargalhada, mas tem horas que não dá para segurar, pois a hipocrisia, o cinismo e o desrespeito total pela inteligência alheia extrapola tanto, que rir até doer a barriga se torna a melhor opção para você não chorar de raiva ou desgosto com tanta desfaçatez e sordidez, porque, nós, brasileiros e estrangeiros democratas e legalistas sabemos que se trata de outro golpe infame e canalha, que tem a participação dos Marinho. Daqui há 40 anos, talvez seus filhos ou netos voltem a pedir novamente desculpas esfarrapadas, como os três irmãos fizeram há pouco tempo em editorial hipócrita por ter apoiado mais um golpe de estado na história do Brasil e de seu povo.

Um golpe com característica terceiro mundista, promovido pela patuleia, que mais uma vez humilha o Brasil e o transforma novamente em uma República das Bananas. Repito: não é o povo brasileiro que é atrasado, provinciano e que aposta no retrocesso. Quem é bananeira, provinciana, subalterna, subserviente, colonizada e portadora de um incomensurável complexo de vira-lata é a casa grande brasileira — a burguesia —, que tem o apoio dos coxinhas despolitizados, que, meu Deus, sem comentários... Eles ainda chorarão lágrimas de sangue.

O Globo está acostumado a dar ordens a fantoches, aos que são cooptados pelo establishment plutocrata, o edificador de castas e do status quo. Sempre foi assim em seu passado e em seu presente, porque sabedor que fantoches, títeres, subalternos e subservientes, a exemplo de michel temer (o nome dele em meus artigos é sempre escrito no diminutivo, pois se trata de um anão político e citadino), não tem vida própria, como também não tem projetos e programas de País e de Nação. temer é um fantoche, como o fora, talvez em menor escala do que ele, José Sarney, Fernando Collor e Fernando Henrique Cardoso.

Quero ver O Globo mandar no Lula e na Dilma Rousseff, como não mandou em Getúlio Vargas, João Goulart e Leonel Brizola, dentre outros. Se mandasse, não os perseguiria tanto e com tanta violência e desrespeito. Queres conhecer quem é pau mandado ou fantoche? Avalie, pense, analise e pondere sobre as realidades políticas, ideológicas e partidárias que se apresentam.

Os políticos que atenderam e se submeteram aos interesses das Organizações(?) e de suas congêneres que as acompanham em golpes historicamente contra presidentes trabalhistas não foram perseguidos e nem derrubados, à exceção de Collor, que continua até hoje a ser membro importante do status quo e sócio da Globo em Alagoas, como o é também o clã dos Sarney no Maranhão. Está tudo em casa.

Você acha que esses políticos, que às vezes se fingem de adversários da família Marinho, como o fizeram Collor e Sarney em pequeno espaço de tempo irão abrir mão de tal sociedade com os maiores e mais poderosos plutocratas do Brasil? Evidentemente que não. E vou mais além: eles adoraram a queda de Dilma e a perseguição feroz e desumana a Lula e à sua família, porque o são, irrefragavelmente, inimigos políticos históricos dos trabalhistas, pois irremediavelmente são também donos da casa grande de índole e espírito udenista, ou seja, lacerdista, o melhor a explicar: golpistas!

O Globo e suas Organizações(?) são o que de pior existe no Brasil, pois o impede de se desenvolver economicamente e socialmente, a manter o povo em um bridão, a segurar-lhe a independência que somente acontece com sua emancipação no que concerne à sua instrução escolar e o acesso pleno a todo e qualquer conhecimento. O Globo é um câncer que contamina o tecido social brasileiro e não permite a cicatrização de suas feridas, que são profundas, porque interligadas a um contexto hediondo da escravidão. O Globo é golpista e, igual a temer e seus áulicos do golpe de estado, posiciona-se, recorrentemente, contra o Brasil e o povo brasileiro.

O Globo não é sério. Enquanto o Brasil não implementar o marco regulatório para as mídias, O Globo fingirá que não é golpista, pedirá cabeças até de seus comparsas de golpe de estado, bem como dará ordens aos seus fantoches quando assumirem ilegalmente e ilegitimamente a Presidência da República. O Globo, quanto à corrupção, só não pede pela sua própria cabeça. Os Marinho são espertos e não são os condenados à guilhotina da Revolução Francesa e muito menos o profeta João Batista. Golpe é crime e em muitos países golpistas vão para a prisão ao invés de dar pitacos e ordens. É isso aí.



31/5 - O Cafezinho DE HOJE

O Cafezinho


Posted: 31 May 2016 10:31 AM PDT
Da Mídia NINJA
Posted: 31 May 2016 10:17 AM PDT
Charge: Cartunistas contra o golpe O PROCESSO MAIS LONGO DA HISTÓRIA DA CÂMARA! Por Jean Wyllys, em seu Facebook Foi entregue, no Conselho de Ética da Câmara, o relatório que investiga se Eduardo Cunha mentiu ou omitiu, na CPI da Petrobrás, sobre manter contas no exterior. Aberto em […]
Posted: 31 May 2016 09:56 AM PDT
Do Twitter do Barbudinho Em Pernambuco, teve uma galera do Levante que não deu sossego para a Rede Globo. Confere aí a fuga do repórter:
Posted: 31 May 2016 07:56 AM PDT
Foto: Mídia NINJA O editorial covarde do Estadão. Ou: uma vez golpista, sempre a favor da censura Por Cynara Menezes, no Socialista Morena Os leitores democráticos que porventura O Estado de S.Paulo ainda possui devem ter tido um déjà vu neste domingo, 29 de maio, ao se depararem com […]
Posted: 31 May 2016 07:48 AM PDT
Foto: Mídia NINJA Novo ministério não veio para fortalecer combate à corrupção Na Agência Pública Horas antes de o ministro da Transparência, Fabiano Silveira, ter se demitido do cargo na tarde de ontem, a Transparência Internacional, principal entidade global de combate à corrupção, anunciou a “suspensão de diálogo” […]

31/5 - Portal GIROUOL de HOJE

Giro UOL
 
Veja a seleção de notícias que o UOL fez para você nesta noite - 31/05
Contra a parede
Pedro Ladeira/Folhapress
O deputado Marcos Rogério (DEM-RO) entregou ao Conselho de Ética da Câmara o relatório e o voto sugerindo a cassação do mandato de Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que foi afastado da presidência da Casa no dia 5 pelo STF.

A sessão de leitura do parecer deve ser marcada ainda nesta semana. O voto de Rogério vai ficar lacrado até a sessão do Conselho, mas o jornal Folha de S.Paulo apurou que ele pede a cassação de Cunha pelo deputado ter negado possuir "qualquer tipo de conta" no exterior. Leia mais
Compartilhar no Facebook | Compartilhar no Twitter | Compartilhar no Linkedin | Compartilhar no Pinterest | Compartilhar por E-mail
 
Trabuco na mira
Zanone Fraissat/Folhapress
A Polícia Federal indiciou o presidente do Bradesco, Luiz Trabuco, e mais nove pessoas na Operação Zelotes. O indiciamento aponta os crimes de corrupção passiva, corrupção ativa, tráfico de influência, organização criminosa e lavagem de dinheiro.

A Zelotes suspeita que o banco negociou a contratação de serviços de um escritório que atuava para corromper conselheiros do Carf. Em nota, o banco nega que contratou os serviços de consultoria. Leia mais
Compartilhar no Facebook | Compartilhar no Twitter | Compartilhar no Linkedin | Compartilhar no Pinterest | Compartilhar por E-mail
 
Filho de Lula investigado
Reprodução
Ainda sobre a Operação Zelotes, investigadores descobriram que o filho caçula do ex-presidente Lula, Luís Cláudio Lula da Silva, e a empresa dele, a LFT Marketing Esportivo, receberam quase R$ 10 milhões de empresa acusada de comprar medidas provisórias.

Os valores apareceram após quebra do sigilo bancário de Luís Cláudio e da empresa. A defesa negou as acusações e criticou o vazamento dos dados. Leia mais
Compartilhar no Facebook | Compartilhar no Twitter | Compartilhar no Linkedin | Compartilhar no Pinterest | Compartilhar por E-mail
 
Nas alturas
Folhapress
O desemprego ficou em 11,2% entre fevereiro e abril. A taxa é a maior já registrada pela Pnad Contínua, do IBGE, que teve início em janeiro de 2012.

No período, o número de desempregados no Brasil chegou a 11,4 milhões de pessoas. Leia mais
Compartilhar no Facebook | Compartilhar no Twitter | Compartilhar no Linkedin | Compartilhar no Pinterest | Compartilhar por E-mail
 
Tudo verde
Getty Images
A diretoria da Aneel determinou a manutenção da bandeira tarifária verde para junho. Isso significa que não será cobrada taxa extra na conta de luz.

Desde janeiro de 2015, as contas passaram a ter uma cobrança extra, chamada de bandeira vermelha, para compensar gastos mais altos para gerar energia. Leia mais
Compartilhar no 
Facebook | Compartilhar no Twitter | Compartilhar no Linkedin | Compartilhar no Pinterest | Compartilhar por E-mail
 
Mercado em movimento
Aly Song/Reuters
A Bovespa fechou hoje em queda de 1,01%, com 48.471,71 pontos. Esse é o menor nível da Bolsa desde 6 de abril. A Bovespa termina maio com perda de 10,09% e valorização de 11,81% no ano.

Já o dólar teve alta de 0,96%, cotado em R$ 3,612 na venda e fecha o mês com valorização de 5,01%. Leia mais
Compartilhar no Facebook | Compartilhar no Twitter | Compartilhar no Linkedin | Compartilhar no Pinterest | Compartilhar por E-mail
 
Dunga muda
LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA
A CBF divulgou hoje duas mudanças na seleção brasileira para a Copa América Centenário. O goleiro Ederson e o atacante Rafinha foram cortados por contusão e vão dar lugar ao goleiro Marcelo Grohe, do Grêmio, e ao meia-atacante Lucas, do PSG. Leia mais
Compartilhar no Facebook | Compartilhar no Twitter | Compartilhar no Linkedin | Compartilhar no Pinterest | Compartilhar por E-mail
 
Boa fase atrai dinheiro
Diego 
Salgado/UOL Esporte
O São Paulo apresentou hoje o novo uniforme do clube, agora com o patrocínio máster da Prevent Senior. O time encerra um período de 22 meses sem uma marca fixa estampada no espaço mais nobre da camisa. Especula-se que a empresa pagará R$ 24 milhões por 19 meses de contrato. Leia mais
Compartilhar no Facebook | Compartilhar no Twitter | Compartilhar no Linkedin | Compartilhar no Pinterest | Compartilhar por E-mail
 
 
Baixe o aplicativo UOL:   Apple Store Google Play
UOL Facebook Twitter Pinterest Instagram Snapchat: @uoloficial
Se deseja cancelar o recebimento da newsletter do Giro UOL, clique aqui.